top of page

SOBRE O CALIBRE .40

O calibre .40 S&W ou simplesmente .40 foi lançado em 1990, após testes promovidos pelas empresas norte americanas Smith & Wesson e Winchester. Em formato cilíndrico, tem dimensões 10 x 21.6 mm, medidas de diâmetro e comprimento de estojo. O calibre é utilizado em pistolas, submetralhadoras e carabinas. Desenvolvido para utilização de forças policiais, seu projeto visava a obter um calibre com desempenho aproximado ao 10 mm Auto (10 x 25 mm), mas com menores dimensões da munição e menor recuo.


As primeiras análises e testes que levaram ao desenvolvimento do calibre .40 foram realizadas pelo FBI, força policial federal norte americana. Os investigadores avaliaram eventos reais de confronto e testaram alguns tipos de munições. Pretendiam um projétil com mais energia que o tradicional .38 SPL +P, maior poder de parada que o 9 mm Luger e menores dimensões que o 10 mm Auto. Idealmente, a munição deveria ser adaptada a armas tradicionalmente utilizadas no calibre 9 mm Luger, mas sem perda considerável de capacidade no carregador. Em resumo, as dimensões não poderiam ser muito maiores que o 9 mm Parabellum, mas a energia do projétil e o poder de parada teriam que ser superiores.


O FBI contatou a Smith & Wesson, transmitiu as conclusões das análises e testes efetuados e solicitou o desenvolvimento de uma munição que atendesse às condições propostas pelos investigadores. Dentre os testes realizados pelo FBI, destacou-se um que contou com o uso de uma pistola calibre 10 mm e munições recarregadas manualmente, com menor quantidade de propelente. O resultado levou os pesquisadores a considerarem a possibilidade de adotar munições nas mesmas condições do teste. A solução para adequar o cartucho à menor quantidade de propelente foi a redução do comprimento do estojo, de 25 para 21.6 mm, fazendo com que a nova munição tivesse dimensões próximas ao 9 mm Luger.


A Smith & Wesson acabou por associar-se à Winchester para a promoção de alguns ajustes que dessem desenho final ao projeto. Em janeiro de 1990, as companhias lançaram o novo calibre e iniciaram a produção para mercado. A Smith & Wesson lançou em seguida um modelo de pistola já no calibre 10 x 21.6 mm, batizado de .40 S&W. A fabricante austríaca Glock, que já dispunha de um modelo consolidado de pistola no calibre 10 mm (Glock 20), não demorou a lançar o modelo 22, no novo calibre .40 S&W.

A criação do calibre .40 alcançou os objetivos das forças policiais federais norte americanas. As pistolas disponibilizadas ao mercado tinham capacidades muito semelhantes às armas que adotavam o 9 mm Parabellum, com dimensões também muito aproximadas. O recuo produzido era sensivelmente menor que no calibre 10 mm tradicional, mas a energia dos projéteis podia ser até 15% superior ao 9 mm. As pistolas no calibre .40 S&W tiveram boa aceitação e conquistaram a preferência de várias agências de segurança em todo o mundo, por unir boa capacidade de tiros, bom desempenho e portabilidade.

Quer saber mais sobre o mundo das armas? Venha até a nossa loja. Rua Marajó 315, Joinville, SC. Abrimos de segunda a sexta das 09h às 19h e aos sábados das 9h às 14h. Contato: 47 9 9192-1477

2.624 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page